Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A simpatia ou boa educação são, frequentemente, confundidas com a conveniência interesseira. Isto é evidente no início de certas conversações. «Olá, então como estás? Tudo bem contigo?». Este tipo de introdução é típico de alguém que prepara terreno para uma solicitação de alguma espécie. Se esse alguém fosse um amigo no real sentido do termo, certamente não faria tais perguntas existenciais, que unicamente revelam uma realidade de distanciamento entre ambas as partes. E depois de a ingenuidade ceder ao logro, segue-se então o inevitável «Olha, já que estou a falar contigo, precisava de...». Mesmo sendo ancestral, esta prática continua a verificar-se de forma continuada e inconsciente, como se de algo vitaliciamente inovador se tratasse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 22:56




Pesquisar

  Pesquisar no Blog