Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma das formas mais comummente adoptadas pelo ser humano para homenagear determinada personalidade pelos seus feitos não é atribuir-lhe um prémio nem elogiá-la através de palavras honrosas. Quando em grupo, a opção mais fácil inventada até hoje consiste em bater violenta e ruidosamente as palmas das mãos uma na outra, tal como fariam alguns ajuntamentos de primatas famintos em necessidades fisiológicas. E quanto mais tempo durar o chocalhar das mãos, mais célebre é o destinatário aclamado, mesmo que a maioria dos prestadores da dita homenagem não tenha sequer ideia de quem foi ou o que fez a personalidade em questão. Contudo, a partir de certo ponto do processo, estes indivíduos começam a entreolhar-se, dissimuladamente, em busca sôfrega por um voluntário que ouse iniciar a cadeia de desistências. E basta um que baixe as gadanhas, assumindo-se pioneiro, para que a hipocrisia se silencie rapidamente e seja esquecida para sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 18:27

Quem vê o programa matinal “Bom Dia Portugal" na RTP1 certamente saberá que o apresentador, por diversas vezes, faz uma pausa nas notícias para falar um pouco com o meteorologista sobre as condições para o dia que começa. Admiro o esforço inglório de ambos, naqueles 5 minutos, em tentar tornar interessante uma conversa sobre o tempo. Enquanto que o meteorologista tenta ocupar o seu espaço gesticulando e apontando alegremente para o mapa do continente, o apresentador vai colocando questões pertinentes, curiosamente as mesmas que tinha feito nos dias anteriores, mas trocando o sujeito e o predicado para parecerem interrogações totalmente novas e inesperadas para o telespectador. Desconfio que, por mais implausível que fosse o discurso do especialista do tempo, o jornalista faria na mesma, de uma forma automática, as perguntas pré-estabelecidas:
- Olá bom dia. Que previsões temos para hoje?
- Para o dia de hoje teremos céu muito nublado em todo o território continental. No centro e sul do país poderão ocorrer aguaceiros de manhã e na parte da tarde cairá um meteorito com cerca de 200 quilómetros de diâmetro que afundará a costa litoral. As temperaturas máximas no Porto e Lisboa poderão variar entre os 18º e 21º.
- A pergunta que se impõe é... quando é que teremos o céu limpo?
- As previsões do Instituto de Meteorologia indicam que a partir de sexta-feira já teremos céu limpo em toda a cratera continental.
- Obrigado, já voltamos a falar. Até já.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 19:16

Tive a oportunidade de visitar o blog de Tiago Bettencourt. Entre vários textos antigos encontrei um que expressava o seu contentamento por tocar em terras alentejanas. «Finalmente o Alentejo. Tinha saudares de tocar no Alentejo. As pessoas são simpáticas, come-se bem e o ar trás, durante todo o dia, uma calma, que no resto do pais é só ao final da tarde». Percebo o entusiasmo interior do artista, de tal maneira intenso que o levou a uma dislexia na digitação da palavra “saudade” e o impediu de conjugar com correcção o verbo “trazer”, para além de uma obsessão relativa pelo uso da vírgula e de uma carência de acentuação em "país". Mas linguística à parte, finalmente este artista teve a oportunidade de demonstrar o seu talento ao seu principal público-alvo, no seio de um contexto apropriado - o habitat dos únicos seres que actualmente possuem uma capacidade processual compatível com a apatia lírica de Tiago. Ali, ele deixa de ser incompreendido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 00:36

A forma como a informação é processada nas novelas é fantástica. Principalmente quando uma personagem recebe um telefonema e, depois de trocar meia dúzia de palavras durante 5 segundos com o interlocutor que - supostamente - está do outro lado, é capaz de debitar a história completa de uma vida:
- Estou… sim, diz… o quê?? Vou já para aí!
- O que se passa? – pergunta alguém ao lado
- O José foi preso! Aparentemente estava alcoolizado enquanto conduzia, não conseguiu travar a tempo numa passadeira e atropelou duas crianças. Foi atropelamento e fuga mas mais tarde a polícia apanhou-o depois de uma perseguição que durou cerca de 20 minutos. Por enquanto não se sabe mais nada. Vou para lá!
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

escarnecido às 23:19




Pesquisar

  Pesquisar no Blog